PR16 ACB - Percurso da Mina do Azeche
Duração: 1h
Distância: 3,20km
Dificuldade: Leve
PR16 ACB - Percurso da Mina do Azeche

Descrição do Percurso

O percurso tem início no Vale de Paredes, próximo do edifício da Etar. Sobe-se a Avenida N. Sra da Vitória para o lado sul, em direção ao parque de campismo. Na rotunda, segue-se pela rua Mina do Azeiche, em direção à localidade da Mina. No fim da rua, e próximo da última habitação do lado direito, surge um pequeno trilho que conduz às ruínas e à entrada da antiga galeria da Mina. O percurso continua por esse trilho e termina próximo das ruínas do antigo complexo industrial da Mina do Azeche. No final do trilho, pode-se optar por regressar pelo mesmo percurso ou continuar a descida até à praia, seguindo para norte até ao ponto inicial.

História

A Mina do Azeche, localizada a sul da praia das Paredes da Vitória, constituiu, no âmbito português, um caso de pioneirismo de exploração de betume e asfalto. É considerada a primeira exploração de hidrocarbonetos em Portugal. A sua exploração iniciou-se em 1843 e a 27 de março de 1844 foi redigido o primeiro Alvará de exploração. A mina foi explorada regularmente até 1848, ano em que os trabalhos foram suspensos devido à falta de rentabilidade. Em 1856, depois de formada uma nova sociedade, os trabalhos foram retomados. Durante esta segunda concessão, foi construído um vasto complexo industrial como a fábrica da Mina, que albergava diversa maquinaria e caldeiras para destilação do asfalto, fornos de cal e telha, casas para os mineiros e uma fábrica de produtos químicos. Os trabalhos foram novamente suspensos em 1861, provando, novamente, a falta de rentabilidade da Mina. Até meados do século XX foram realizadas esporádicas extrações. Durante o século XX foram realizadas diversas prospeções por engenheiros ingleses, entre as quais se destaca a de 1933 com a abertura de novas galerias e poços. A dispersão dos bancos de asfalto, comprovaram, novamente, a falta de rentabilidade da Mina.

Património Natural

Uma das maiores manchas florestais do concelho de Alcobaça são as Alvas de Pataias, Paredes da Vitória, Mina do Azeche e Água de Madeiros, nesta freguesia. É formado maioritariamente por espécies Mediterrânicas. No entanto, devido à inexistência de barreiras geográficas entre a influência Atlântica e Mediterrânica, ocorrem também neste território diversos táxones com características tipicamente atlânticas.
Em solos de areia praticamente estéreis, o pinheiro-bravo ou marítimo (Pinus pinaster) é a espécie dominante num regime florestal de monocultura.
Relativamente à fauna, o esquilo-vermelho destaca-se pela abundância e comportamento destemido, sendo que, ocorre atualmente em toda a área das Alvas.

Pontos de Interesse: Ruínas da antiga fábrica da Mina, ruínas do posto fiscal, entrada da galeria da Mina e forno de tijolo / telha

 

FICHA TÉCNICA DO PERCURSO

  • Nome do Percurso: Percurso da Mina do Azeche
  • Localização: Concelho: Alcobaça | Freguesia: União de Freguesias de Pataias e Martingança
  • Tipo de circuito: Linear
  • Ponto de Partida: Etar de Paredes da Vitória
  • Ponto de Chegada: Mina do Azeche
  • Coordenadas GPS: 39°42'03.02"N |   9°02'54.33"W
  • Extensão aproximada: 3,2 km (ida e volta)
  • Duração aproximada: 1 hora
  • Altitude: Máxima: 65m | Mínima: 14m
  • Grau de dificuldade: Fácil
  • Época Aconselhada: Todo o ano. Em dias chuvosos e escuros não é aconselhável a realização do percurso.
  • Material Aconselhado: Mapa, bússola, binóculos, máquina fotográfica, boné, água, óculos de sol, caderno de notas, agasalho para vento, roupa e calçado confortáveis.
  • Promotores do Percurso: União de Freguesias de Pataias e Martingança e Câmara Municipal de Alcobaça


Ponto de partida: 39.7007530, -9.0484383
Ponto de chegada: 39.6933729, -9.0539100

BESbswy